Presença feminina no Sistema é discutida em fórum

José Tadeu prometeu detectar e combater as diferenças
José Tadeu prometeu detectar e combater as diferenças

A tarde de ontem (17) foi dedicada às mulheres da área tecnológica, com a realização do Fórum de Equidade de Gênero. O evento, que tem como tema “O Confea como agente propulsor de Equidade de Gênero na Área Tecnológica”, focou nas discussões em torno da criação da Câmara Temática de Equidade de Gênero e Raça, proposta que será encaminhada ao plenário do Confea pelo GT Equidade de Gênero.

Na ocasião, o presidente do Confea, engenheiro civil José Tadeu da Silva, afirmou que não perderia a oportunidade de colocar uma mulher na vice-presidência do Conselho Federal. “Após 82 anos, temos uma pessoa do sexo feminino na vice-presidência. Encontrei muita resistência, mas era preciso fazer justiça”, revela.

Clique aqui para conferir mais fotos

 

Ana Constantina defende a criação de Comissão Temática
Ana Constantina defende a criação de Comissão Temática

Promessa – José Tadeu destacou ainda que ficou contente com a proposta de criação de uma Câmara Temática para tratar o assunto e prometeu até o fim do seu mandato, como presidente, vencer as diferenças que ainda existam. “É inconcebível que apenas 7% dos cargos de gerência e chefia nas empresas sejam ocupados por mulheres e que elas só ganhem 70% do salário dos homens. Vamos detectar e combater esses pontos para fazer com que o mundo seja mais justo, fraterno e humano”, enfatiza e completa: “assumo o compromisso de reprimir o preconceito em nosso meio contra qualquer exclusão por gênero”.

A vice-presidente do Confea, Ana Constantina Sarmento de Azevedo, quebrou o protocolo e colocou as autoridades para vestirem a camisa do GT Equidade e Gênero. Além disso, apresentou números da evolução da participação das mulheres na política e no Sistema Confea/Crea e Mútua (veja abaixo). “Não queremos ser iguais aos homens, mas tratadas de maneira igual, justa, de acordo com as respectivas necessidades. O homem que ouve uma mulher está condenado a ter sucesso na vida”, brincou.

Mulheres querem ampliar participação no Sistema Confea/Crea e Mútua
Mulheres querem ampliar participação no Sistema Confea/Crea e Mútua

 

Delegadas – Constantina afirmou ainda que o GT encaminhará uma proposta ao plenário do Confea, resgatando uma proposta do Crea-SE de incluir uma mulher a cada dois delegados eleitos para participarem dos Congressos Estaduais e Nacional de Profissionais. “Desde já agradeço ao presidente do Confea, José Tadeu, que tem mostrado liderança e ser um gestor que sabe delegar e confiar. Conseguimos fazer um trabalho bacana porque não existem amarras”, observa.

O presidente do Crea-CE, Victor Frota, afirmou que as mulheres da sua equipe têm influenciado de forma incisiva na sua gestão à frente do Regional cearense. “90% da minha equipe de confiança é formada por mulheres, pois reconheço nelas lealdade e competência. Darei todo o apoio possível a esse GT/Comissão Temática”.

Paulo Guimarães: "Não aceitamos qualquer tipo de discriminação ou assédio moral"
Paulo Guimarães: “Não aceitamos qualquer tipo de discriminação ou assédio moral”

O presidente da Mútua, Paulo Guimarães, informou que a Caixa de Assistência já teve grandes diretoras e que em sua história vários exemplos positivos da presença feminina podem ser lembrados. “Não aceitamos qualquer tipo de discriminação ou assédio moral e colocamos a Mútua à disposição na luta do GT Equidade de Gênero”, enfatiza.

A presidente do Sindicato dos Engenheiros do Ceará, Thereza Neumann, disse que vivenciou a queda de paradigma dentro do sistema sindical e acredita que, com a participação dos homens no processo, as ações serão alavancadas de forma positiva. Diversas palestras foram proferidas durante a tarde do Fórum de Equidade de Gênero. Dentre elas, a palestra Magna – Programa de Pró-Equidade de Gênero e Raça do Governo Federal: Experiências bem- sucedidas, ministrada pela palestrante Simone Schaffer; O papel da mulher na extensão rural, com a palestrante, eng. agr. Sonia Maria Bergamasco; Um voo divertido, sob o comando da palestrante, eng. mec. Tanara Caleffi; a participação da mulher na inovação tecnológica, apresentada pela eng. mec. Márcia Mantelli. Ao final, houve um momento de homenagem às Mulheres de Destaque do Sistema Confea/Crea, em que as profissionais eng. civ. Maria Helena de Araújo e  eng. civ. Fernanda Ester Lima do Estado do Ceará receberam placas de honrarias, junto com as palestrantes Sonia Maria Bergamasco, Tanara Caleffi, Márcia Mantelli e Simone Schaffer.

 

Saiba mais – O Crea-RO possui o maior percentual de profissionais do sexo feminino registradas. A região Norte (14%) supera o Sudeste (11%) em número de mulheres registradas. Em um universo de 270 mil profissionais com até 30 anos, 71 mil são mulheres. Os Creas do Rio Grande do Norte, Tocantins, Acre, Paraíba e Distrito Federal já foram geridos por mulheres.

 

Mulheres no Congresso:

– 16% no Senado

– 13% Câmara dos Deputados

– 11% Assembleias Legislativas

– 10% Câmaras de Vereadores

 

Mulheres no Sistema:

1982 – Primeira mulher no Plenário do Confea (Laura Machado Ramos)

1994 – Primeira presidente de Crea (RN – Zélia Maria Juvenal dos Santos)

2007 – Primeira técnica industrial como conselheira federal

2014 – Assinatura do Termo de Compromisso com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres.

2015 – Primeira vice-presidente do Confea (Ana Constantina Sarmento).

 

Nadja Pacheco e Giselle Guedes

Equipe de Comunicação Confea/Crea-BA e Crea-DF

Revisão: Lidiane Barbosa

Fotos: João Batista Fotografias

Banco de imagens: João Anastácio e Paula Moreira

FacebookTwitterWhatsAppCompartilhar