Medidas anticorrupção dão o tom do encerramento da 72ª Soea

Próxima Soea será no Paraná
Próxima Soea será no Paraná

Mais de 3,5 mil profissionais da Engenharia e da Agronomia se unem na luta contra a corrupção no Brasil. “O Sistema Confea/Crea e Mútua se soma às iniciativas de combate à corrupção que assola o país e vem se pautando no sentido de difundir as dez medidas de combate à corrupção definidas pelo Ministério Público Federal”, afirmou o presidente do Confea, José Tadeu da Silva, antes de citar um a um os passos a serem seguidos para “a construção não só de um país, mas de uma nação com toda a carga que o conceito encerra”. Assim terminou a 72ª edição da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia.

LEIA A ÍNTEGRA DO DISCURSO DE JOSÉ TADEU DA SILVA

VEJA MAIS FOTOS DA SOLENIDADE DE ENCERRAMENTO

Durante o discurso, José Tadeu da Silva conclamou os presentes a assinarem o documento de apoio à campanha das dez medidas contra a corrupção. “Nosso objetivo é atingir 1,5 milhão de assinaturas em todo o país”.

ASSINE O ABAIXO ASSINADO CONTRA A CORRUPÇÃO

O apoio dos profissionais da Engenharia e da Agronomia à causa da anticorrupção também está registrado na Carta de Fortaleza, que, na solenidade de encerramento, foi apresentada pelo coordenador do Colégio de Entidades Nacionais (Cden), Jorge Nei Brito. “Trata-se de uma iniciativa que não possui qualquer vinculação político-partidária; mas apoiamos toda ação que permita às instituições nacionais exercerem suas atividades de maneira íntegra, privilegiando os valores éticos e morais e contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa, usando para isso a força do nosso Sistema Confea/Crea e Mútua”. A inclusão do apoio às medidas contra corrupção e impunidade na Carta Declaratória da 72ª Soea representa uma resposta do Sistema ao país.

A Carta também menciona medidas referentes aos assuntos debatidos no evento: sustentabilidade, água, energia e inovação tecnológica. “São temas que representam questões estratégicas para qualquer ramo de atividade, seja ela pública ou privada”, afirmou.

LEIA A CARTA NA ÍNTEGRA

Homenagens

Presente durante todo o decorrer da Semana, o presidente da Federação Mundial de Organizações de Engenharia (FMOI/WFEO), o engenheiro palestino Marwan Abdelhamid, prestou uma homenagem ao presidente do Confea. “Desde que Tadeu assumiu a Presidência, vemos as mudanças acontecendo no Conselho. Sua visão e estratégia dinâmicas são vistas pela comunidade internacional de Engenharia”, disse. Esta é a segunda vez que Abdelhamid participa da Soea.

Também no último dia do evento, o governador do Ceará, Camilo Santana, que é engenheiro agrônomo, recebeu homenagem do Sistema Confea/Crea e Mútua. “Vocês não imaginam o desafio que é ser governador de um estado no semiárido nordestino. Gostaria de parabenizar o tema escolhido para essa 72ª Soea. Estamos no quarto ano consecutivo de seca, por isso precisamos inovar e apostar em tecnologias”, ponderou.

Passagem

Ao final de cada Soea, é tradição os presidentes dos Creas anfitrião e futuro anfitrião dividirem a Bandeira do evento com o presidente do Confea. Ao encerrar a Semana hospedada no Ceará, o presidente do Crea cearense, Victor Frota, demonstrou satisfação com todos que puderam de alguma forma, trazer cultura e conhecimento para incrementar currículos e carreiras profissionais. “Chegar ao final de um evento como esse, sabendo de todas as dificuldades que tivemos que enfrentar, considero que o evento foi belíssimo e de grande valia para o estado do Ceará e principalmente para o Sistema Confea/Crea e Mutua”, destacou.

Evidenciando o carisma paranaense, Joel Krüger, presidente do Crea-PR, deu os primeiros passos rumo à 73ª Soea ao afirmar que pretende priorizar integração, harmonia e parcerias. “A Soea é um evento único, uma oportunidade ímpar para a integração do nosso Sistema multiprofissional. É o momento onde podemos trocar ideias, experiências, cooperar e agir em parceria”, concluiu. O próximo estado anfitrião da Semana possui uma das maiores obras de engenharia do mundo: a Usina Hidrelétrica de Itaipu, a maior geradora de energia limpa e renovável do planeta.

Também presente à solenidade, o coordenador do Colégio de Presidentes, Marco Amigo, destacou a qualidade técnica dos trabalhos apresentados no Contecc e reiterou a importância do tema, que, segundo ele, precisa ser repetido em outros anos devido ao sofrimento de algumas regiões brasileiras com a escassez de água e energia. “A Soea cumpriu o seu papel e agora é hora de planejar para que a solução dos problemas se materialize”, completou.

O conselheiro federal e coordenador do Contecc, José Geraldo Baracuhy, agradeceu em nome dos participantes aos organizadores da 72ª Soea pela condução excelente do evento durante os quatro dias. “A organização do evento foi muito eficiente, o evento foi conduzido com um brilhantismo que parece até que foi feito em passe de mágica”, diz Baracuhy.

O presidente da Mútua, Paulo Guimarães, parabenizou a participação dos mais de 3,5 mil participantes. “Foi efetiva a cooperação nas diversas palestras que tivemos e agradeço as visitas ao estande da Mútua”. mismapas.xyz Também desejou êxito à próxima Soea. “Que se repita o sucesso que alcançamos aqui em Fortaleza”.

Por Acyane do Valle, Adriano Comin, Beatriz Leal, Henrique Nunes, Julianna Curado, Laila Costa, Letícia Almeida, Maria Helena de Carvalho, Nadja Pacheco, Vinícius Firmino, Valcilena de Oliveira

Equipe de Comunicação do Confea do Creas do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Rondônia e Santa Catarina. 

Revisão: Lidiane Barbosa

Fotos: João Batista Fotografias

Banco de imagens: João Anastácio e Paula Moreira

FacebookTwitterWhatsAppCompartilhar